Início Eventos MCK Comemorou Com Um Grande Show o Seu 33º Aniversário

MCK Comemorou Com Um Grande Show o Seu 33º Aniversário

3

MCK Vs Carbono Casimiro

MCK, Masta K e a Mano Mano Produções estão de parabéns, o primeiro em dose dupla pois ontem comemorou em grande estilo o seu 33º aniversário, tendo recebido uma surpresa da sua equipa que acabou com um apagar de velas em palco e o Cine Atlântico cheio a cantar parabéns para o grande homem da noite…

Mas o grande show começou bem antes, até porque tudo isto só aconteceu na altura em que MCK subiu ao palco, isto depois de quase todos seus convidados.

O show começou com a actividade dos DJs, com um atraso de aproximadamente 30 minutos, nota negativa, foi o facto de que na hora marcada para o inicio do show, com excepção ao DJ e ao Host da noite (Gilmario Vemba), nenhum dos convidados se fazia presente, algo que acabou se tornando determinante no alinhamento do show, que teve de ser alterado.

Como já citado, o show começou com a animação dos DJs convidados, DJ Pele e Samurai, que entretiveram o pessoal até a subida do host da noite, o maior humorista de Angola (sem duvidas) Gilmario Vemba membro do grupo “Tuneza”.

Gilmario, um grande apreciador de Hip Hop, fez um belíssimo trabalho durante a noite toda, tendo conseguido animar o pessoal com piadas feitas com as músicas/nomes dos convidados e por aí foi.

Show da Rima Honesta - MCK

A abertura do show ficou a cargo do grande nome da Kano Kortado, Sanguinário, que para nós, teve das melhores performances da noite, poderíamos facilmente colocar Sanguinário como o artista convidado que melhor aproveitou o convite da Masta K a par de Azagaia.

Chamou a responsabilidade para si, interagiu muito bem com o pessoal, escolheu bem as faixas e teve uma movimentação de palco muito boa. Foi super aplaudido e acompanhado pelo publico durante toda a sua actuação…

A seguir tivemos outros artistas que na nossa opinião tiveram nota negativa (Kallisto, Drunk Master e Eva RapDiva), pois infelizmente não estiveram nos seus melhores dias. Apesar disto, o público não deixou de aplaudi-los, puxando sempre pelos artistas.

Falando sobre Eva “a RapDiva”, deixou muito a desejar com a sua performance em palco, descompassada a dada altura com o Beat, apesar da atitude em palco, não se entendia se ela estava a fazer Freestyle ou estava mesmo a cantar. Acredito que pelos ultimos “inputs” da carreira desta Diva, o publico esperava uma Eva mais concentrada, mais segura e com uma performance no mínimo aceitável para uma “Diva”.

Poucos perceberam que Eva abandonou o palco e ainda mostrou-se indignada com a prestação do DJ (não foi a única). Lastimável a performance da “Diva do Rap”…

Uma surpresa agradável foi a subida de Kool Kleva ao palco, que entrou com uma acapella muito aplaudida e depois encantou todos os presentes com o clássico #BlackWoman, levando a sala toda a cantar o coro…

Dos outros grandes nomes anunciados no cartaz, seguiram-se Kid Mc, Flagelo Urbano e KBide. O primeiro, trouxe #Sombra numa sala super iluminada e foi muito aplaudido pelo publico, confirmando mais uma vez que é um dos artistas mais queridos do nosso público.

De negativo na sua performance, foi que, a semelhança do que aconteceu no seu grande show, Kid MC recorreu mais uma vez ao playback, algo que nos dias de hoje, e para um artistas como ele, não é aceitável…

Flagelo Urbano - Show da Rima Honesta

Flagelo Urbano é daqueles artistas que tem o seu pequeno, mas fiel publico. Foi muito aplaudida a sua entrada, mas durante a sua performance, que também não foi das melhores, viu-se apenas pequenos grupos de fãs acompanhando as letras das faixas. Ficou visível que Sambala “o homem de Medina”, precisa de mais aparições, pois ficou bem patente que os soldados do underground caminham com ele…

“Se a tua realidade é triste, fica ao menos feliz por não viveres na ilusão” #KBide

KBide, um nome desconhecido para 99% dos presentes, ciente disso, subiu ao palco procurando interagir com o público intercalando entre freestyles e acapellas e quando sentiu que já tinha criado uma certa ligação com os presentes, partiu para as músicas que reservou preparou para a noite.

“Menos Rap e mais Hip Hop” #Kbide

Nota positiva para o público que apesar de não conhecer o artista, foi paciente com o mesmo e procurou ouvir as mensagens que trazia, algo que deixou o MC Brasileiro visivelmente emocionado, tendo prometido tudo fazer para voltar aos palcos angolanos em breve…

Phay Grand pela primeira vez para muitos que conseguiram assisti-lo ao vivo, simplesmente o que esteve em palco foi a simplicidade que ouvimos das músicas dele, sinceramente o Phay Grand “O Poeta” representou a Rima Honesta, foi tão aplaudido que o povo estava a espera e pediu o “Povo Burro”.

Phay Grande O Poeta valeu mesmo pelo carinho que o publico tem por si. Foi super aplaudido, o público cantou com ele todas as faixas que interpretou, mas ainda está distante de ser um artista de verdade. Facilmente notou-se que a performance não foi preparada e que se calhar nem ensaio teve. Mas Phay Grande é mesmo “Pai Grande” e para quem o conhece, isto não deve ter representado problema algum.

Mano Azagia e MCK

Apesar do MCK ter subido ao palco antes do seu último convidado, entre os anunciados no cartaz, vamos primeiramente falar de Azagaia. Todas vezes que põe os pés nos palcos angolanos parece ser a primeira, pois o dono do Cubaliwa é um artista de verdade. Não se deixa enganar pelos créditos já firmados e vai a cada show como se fosse o último, dando tudo de si, um exemplo a ser seguido por todos. Palmas para o “Mano Azagaia” por mais uma vez nos ter brindado com uma grande performance…

Azagaia subiu ao palco e o Cine Atlântico quase rachou, o publico vibrou, saltou e cantou as musicas do Rapper Moçambicano, o Mano apresentou algumas musicas dos seus últimos trabalhos e trouxe um diferencial no show, as bandeiras de Angola e Moçambique a serem agitadas em palco, Fenomenal!!

MCK Vs Meduza MC

MCK teve uma apresentação sublime, mas com algumas falhas, “esquecimento das letras” sobretudo, superadas e improvisadas a tempo e hora, muitas vezes pelo seu Back Vocal (Toy). A sua apresentação teve muitos momentos altos, tais como a subida em palco do do grupo de Break “Estilo Urbano”, com MCK relembrando os seus tempos de B-boy dando uns toques “básicos“…

MCK partilhou ainda o palco com o novo fenómeno que comanda as ruas RRPL, em que apresentaram-se os majestosos MC A e o Mente Magika, interpretando juntos a faixa “Circuito Fechado”. Notou-se que com beats fica mais difícil, pois os dois freestyleiros se apresentaram algo descompassados, mais o Mente Magika que o MC A.

Já com Meduza MC, também dessas “leads”, foi diferente. A MC da RMG dividiu o palco com MCK e Toy na faixa “Na Fila do Banco”, numa performance muito boa, desde já os nossos parabéns para essa guerreira.

Um dos momentos altos foi a participação do filho mais velho de malogrado Beto de Almeida e cantou o dueto do Mano Katrogi com o seu pai. 

Já caminhávamos para o fim do show, e MCK chamou o sei irmão de luta “Ikonoklasta” aka Brigadeiro Mata Frakus, que a bom nível, não deixou os seus créditos em mãos alheias...

A tão esperada musica de fecho de show “A Téknica, as Kausas e a Konsekuências” também conhecida por “Sei La Quê Wawe” foi de facto a fase final do Show, em que o MCK nem sequer precisou canta-la.

MCK Vs Extilo Urbano

O nível de organização do espectáculo esteve razoável, mas faltou um pouco de profissionalismo por parte da segurança do evento em que deixou completamente insegura a área reservada a imprensa (por exemplo), que foi invadida pelo publico sem que eles movessem uma unha.

MCK Vs Ikonoklasta

Mas no cômputo geral, foi um grande Show de Hip Hop, show esse que levou a exaustão do público com aproximadamente 6 horas de duração, sem que esse fiel publico tirasse o pé.

À Masta K e toda a produção do Show da Rima Honesta, felicitamos e reconhecemos o vosso trabalho, muitos parabéns ao MCK e toda a sua equipa por nos proporcionar tal evento.

Texto Por: @LMBreguet e Cenas!!!

Fotos Por: Carbono Casimiro

Esperamos nos próximos dias publicar mais fotos e vídeos do show…

3 COMENTÁRIOS

  1. De facto a observação a respeito do Grande Show foi bem feita.

    Do meu ponto de vista, a Eva Rap Diva, ficou desiludida com tamanha distracção e falha do Dj, visto que ela várias vezes tentou mas o Dj não interagia com a artista em momento algum.

    O Dj precisa melhorar muito!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here