Início Artigos “Artista Vs CQC” – Entrevista Com Mente Magika "O Rei do Rompimento"

“Artista Vs CQC” – Entrevista Com Mente Magika "O Rei do Rompimento"

1

mente-magika

Nome – Francisco Mota Manuel
A.k.a – Mente Magika
Data de Nascimento – 21/09
Tempo de Rap – 2 anos e pouco só de Freestyle e Rompimento ainda não gravei tracks
Label – Kave 28
3 musicas que recomendo – MPLA do Bob da Rage Sense, Sei Lá Que do MCK e Reeducação Musical de Kid Mc

Mente Magika - Voce Nao Se Ama

1 – Perguntar o porquê do teu “aka” seria algo até certo ponto redundante. Perguntaria antes se não achas este aka muito egocêntrico???
R:  Bem “Mente Magika” por causa de alguns elogios que recebia de algumas pessoas que admiravam a minha capacidade de formular rimas, uns diziam que eu fazia magia com as palavras e outros diziam que eu tenho uma boa mente, daí a ideia de associar os termos.

Eu não acho que é um nome egocêntrico, todavia acho que tem a ver com um factor intrínseco a minha personalidade e a capacidade que eu tenho de memorizar e narrar os factos.

2 – Como citaste acima, os teus freestyles têm uma característica própria, aonde trazes nas tuas rimas muito conteúdo daquilo que estudas (e não só). Nunca tiveste receio de que as pessoas, por não te entenderem, não se identificassem e nem te apoiassem? Que cuidados tomas na preparação de uma batalha?

R: Já tive receio, mas deixei-o de lado e fui ousado, na verdade foi uma técnica bem traçada sendo que sou um bom estudante, decidi levar a minha área de conforto “estudo” nas rimas para eu ficar mais a vontade, e ainda com o intuito de chamar atenção daquele público que não é apologista de rompimento meramente obsceno e cómico, sem querer desrespeitar quem assim o faz.

Eu tenho muito cuidado na elaboração e estrutura das rimas, sobretudo no modo como eu devo decifra-las, para obter um resultado positivo. Também tenho o cuidado de estar a ensaiar, fazendo simulação de rompimento onde eu limito-me a responder as dicas mais fortes do suposto adversário, “ao responder esta questão não posso ir mais longe, para não revelar alguns segredos que servem de requisitos para se vencer as batalhas”. Portanto, estes são alguns cuidados que eu levo em consideração.

3 – Quais os principais benefícios que tiveste como participante e vencedor da RRPL?
R: Enquanto vencedor da RRPL, houve grandes benefícios tais como: oportunidades de gravar musicas a custo zero, vários pedidos para participações, admiração e respeito por parte de muita gente ligada ao Rap.

A RRPL também deu-me o privilegio de conviver com artistas que eu muito admiro, a titulo de exemplo fui convidado pelo Grande Bob da Rage Sense a quando da sua temporada no Espaço Bahia, e outros benefícios de natureza pecuniária na medida que já fui pago varias vezes para fazer freestyle em certos eventos (risos), já andei de táxi sem pagar enfim.

4 – O concurso da Sprite oferecia ao vencedor 10mil USD, muito mais do que a RRPL oferecia. Quais os motivos que te levaram a não participar do Sprite Rompimento? 
R: Não participei no Sprite Rompimento por opção própria, não houve regras da RRPL que me impedissem. Por exemplo, o Paizão participou no Sprite Rompimento e não teve problemas com a RRPL. Nós somos livres de fazer o que gostamos onde quer que seja, quem sabe o próximo ano participo no Sprite Rompimento (risos).

Quanto aos 10mil USD, qualquer um gostaria de concorrer para obtê-los, mas eu penso que devemos analisar alguns factores antes de se tomar uma decisão.

a) E quais foram os factores determinantes para a tua não participação?
R: O povo é que decidia, e infelizmente o povo dava mais credibilidade aos niggas que têm uma linhagem diferente da minha ao contrário do que se passava na RRPL. E não só, nos primeiros castings notei que muitos ganharam por factores geográficos, a população votava no candidato do seu bairro.

Mente Magika Vs BeatBox

5 – Antes de surgir o “Mente Mágika” o grande nome da RRPL era o “MC A” que por acaso tinha um conteúdo nas rimas muito parecido ao teu. Várias vezes as pessoas fazem comparações entre vocês e algumas até te chama de “cópia do MC A”. Em algum momento isto te incomodou? Achas que a batalha conta o “MC A” que se avizinha vem para dissipar estas duvidas? 
R: As pessoas são livres de falar o que pensam, mas eu não sou copia do MC A. Antes de o conhecer eu já sabia muito do que sei e já tinha estudado as teorias que norteiam a minha táctica.

E não me incomodo com o que muita gente diz, acho que a nossa batalha no próximo mês dissipará as duvidas no sentido de saber quem vence o outro, visto que nunca tivemos  uma battle.

6 – A titulo de curiosidade: Se não fosses o Rei do Rompimento da Primeira Temporada quem achas que mais mereceria a coroa?
R: Esta resposta não vai surpreender muita gente. Todos nos sabemos que antes da minha aparição na RRPL, sem querer descredibilizar todos os Mc’s que já tinham participado, os nomes mais temidos eram: Mc A e o Paizão. Acho que um deles mereceria a coroa.

a) Não tens preferência por nenhum dos dois?
R: Ahn… Tenho, mas por questões estratégicas acho melhor não divulgar a preferência e nem justificar, porque existem possibilidades de eu voltar a batalhar e posso me cruzar com um deles… E quando o assunto é um Mc de batalha sobre eles ou ele eu só devo lhe dizer o seguinte “você não se ama”.

7 – Ouvindo os teus rompimentos/freesytles as pessoas se perguntam: Será que ele conseguirá transformar isto em música?
R: Ahn (risos)… Realmente esta pergunta é interessante. Devo dizer que fazer rompimento não é o mesmo que fazer musica, mas a ideologia defendida no rompimento também pode ser defendida na musica. Quando paro para escrever uma letra procuro não fugir da linha que me caracteriza a nível do rompimento.

a) O que estás a em algum projecto?
R: Prefiro não adiantar informações relacionadas a projectos. A tempo certo falarei sobre isto com mais propriedade, neste preciso momento ainda estou a priorizar outros objectivos que tenho por alcançar.

8 – A regra diz que grandes “Battles Mcs” não se tornam grandes rappers. Não tens receio de não conseguir entrar para a lista das excepções? Para ti a que se deve isto? 
R: Muita gente chama-me atenção neste sentido. Mas existem as excepções como também já realçaste na pergunta, claro que há um receio da minha parte, mas sei que trabalhando arduamente poderei ultrapassar esta regra e fazer parte da lista das excepções.

Por outra penso que isto deve-se ao facto de as pessoas conhecerem os Mc’s a partir de uma vertente distinta da musica propriamente dita, e não só, existem Mc’s de Batalhas que ao começar a fazer musica fogem da linhagem através da qual ganharam popularidade.

9 – Rimas, Flow, Métrica, Delivery, Swagg, Performance em palco, etc… São vários os atributos que podem chamar a nossa atenção num Rapper. Quais os 3 itens para ti mais importantes e em que ordens de relevância os colocas? 
R: Começo por dizer que o culminar destes três itens quando bem executados, desencadeiam a grandeza do Mc. Em termos de comparação no sentido de saber qual o mais importante, posiciono em primeiro lugar a rima, no que concerne o conteúdo que ela acarreta.

Em segundo lugar o Delivery, porque acho que não basta escrever bem, o emprego das palavras deve formar uma letra com lógica e coerência. Em terceiro lugar vem o flow e a métrica (andam juntos), para proporcionar harmonia rítmica entre o beat e as palavras.

rrpl vs mente magika

10 – Como grande vencedor da primeira temporada da RRPL, aquilo que (nós CQC) consideramos ser a melhor iniciativa em prol do Hip Hop em Angola neste ano, esperavas mais exposição da parte da imprensa, em particular dos Bloggers, visto que são tidos como um dos grandes parceiros do nosso Hip Hop???
R: Pelo nível de audiência que o programa conquistou, esperava mais exposição. Não tanto da Imprensa de um modo geral, mas particularizando os Bloggers, em razão da grande relação existente entre o Hip Hop e eles como todos nos sabemos.

Esta pergunta lembra-me uma publicação no Facebook na qual o Fly Skuad dizia que pelos menos um programa da TV deveria entrevistar o Mente Magika por ter vencido um concurso bem aceite no seio da nossa juventude.

Eu comentei isto contigo “Cenas” dizendo o seguinte: Se nem os Bloggers mostraram interesse em fazer esta entrevista
será que a TV vai mostrar tal interesse? Talvez por este facto decidiste fazer essa entrevista, embora eu penso que não (risos).

Devo admitir que depois da final o único Blogger que manifestou o interesse de me entrevistar foi o Edivaldo dos Santos. Mas infelizmente a entrevista não se realizou acho que ele esqueceu (brincadeira, risos).

11 – Certamente ficaste a par da polémica que surgiu sobre o “mal juízo” na tua batalha contra o Tanay-Z. O que achas que falhou na parte da organização daquele vídeo, ou será que para ti nada de anormal aconteceu? Qual o adversário mais difícil que enfrentaste na RRPL?
R: Torna-se complicado quando falamos sobre casos nos quais estamos incluídos, a tendência das pessoas é de achar que formulamos sempre os argumentos a nosso favor “percebes”, daí que não gosto de falar publicamente sobre a polémica que houve na batalha contra o Tanay-Z.

Mas em poucas palavras devo dizer que concordei com o empate, relativamente ao facto de haver três votos de empate e um a favor dele. Acho que a organização já se pronunciou sobre isso e creio que não queriam ocultar nada até porque o vídeo foi publicado na sua integra (clique aqui para ver).

Quanto a batalha mais difícil, muitos vão discordar, mas é o meu ponto de vista, foi a batalha com o Bruno Mc. Ele teve um primeiro round muito forte, um bom segundo round embora claudicou no terceiro.

Maior parte das pessoas dizem que a batalha mais difícil foi com o Tanay-Z, sem querer desrespeita-lo, eu não considero está batalha a mais difícil porque eu estava muito abaixo do meu nível por questões pessoais que não importa aqui realçar, tanto mais que eu não queria batalhar naquela semana.

Para que um dia se dê um ultimato nesta polémica eu desafio a RRPL a convidar o Tanay-Z para uma nova batalha comigoembora não o aconselho a aceitar (risos)”.

Faltou uma pergunta… Você se ama???
R: Ahn (risos)… Claro que sim, por isso mesmo é que vivo chamando atenção daqueles que não se amam…

Tudo sobre Mente Magika no CQC: www.cenasquecurto.net/tag/mente-magika

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here