Início Artigos Entrevista de Valete Para o Blog RTR…

Entrevista de Valete Para o Blog RTR…

0
- Publicidade -Damani Van Dunem - BlyRay Quid Pro Duo

Manos saquei essa entrevista do blog do Valete.

O blog dele tem estado sempre em constante actualização. Ele aborda diversos assuntos de forma muito interessante. Desde já, vós convido a visitarem a cena (Sei que muitos já o tenhem feito) que vale mesmo a pena acompanhar o blog dele, prefiro nem vós dizer o porquê, pois quem conhece o Valete deve saber mais ou meno do que estou aqui a “falar”…

Para visitar o Blog dele clique aqui

Valete


Olá a todos os leitores do Rap Tuga Report, hoje estou em Lisboa, aqui num bairro junto à estação de comboios de Benfica, para entrevistar Valete.

1-RTR: Olá Valete então tudo pacifico?
Valete- Ya, tudo fixe.

2-RTR: A primeira pergunta que te quero fazer é sobre S. Tomé, um país que me diz muito, os teus pais são S. Tomenses, tu já nasceste em Portugal ou és mesmo S. Tomense?
Valete- Eu nasci cá, os meus pais é que são de lá.

3-RTR: Achas que se tivesses crescido em S. Tomé num ambiente menos urbano que em Lisboa, terias seguido o caminho do rap?
Valete- É sempre difícil responderes a isso obviamente, mas acho que sim, se não existisse rap não existiria o Keidje ( risos)

4-RTR: …Conheces algum rapper S. Tomense?
Valete- … Sim conheço, e tens alguns manos que cospem mesmo nice.

5-RTR: Sei, porque já falaste sobre isso, inclusive na tua bio do myspace, que os primeiros tempos não foram fáceis, aliás, falaste que chegaste a ser assobiado num concerto, o que te levou quase a desistir de tudo, sentes que a tua persistência valeu a pena?
Valete- Sim valeu…as coisas agora estão a correr bem. Na altura senti mesmo que estava a mais e que ninguém me queria ouvir. Senti que não tinha importância nenhuma para o rap tuga.

6-RTR: … Importas-te que fume?…
Valete- … Na boa, abre só a janela…

7-RTR: … Tu não fumas?…
Valete- Não, não fumo…

8- RTR: … Fazes bem, também tenho de deixar esta merda…

9-RTR: O apoio do Bónus e do Adamastor, entre outros foi crucial, isso é algo obvio, sem o canal 115, Valete seria o mesmo?
Valete- Não! Nunca seria igual, até porque tu és muito o que te rodeia, o meio condiciona-te, ainda por cima são MC..s e pessoas bué especiais, são como uma família para mim, e principalmente o Adamastor apoiou-me muito. Provavelmente senão fosse o Adamastor nesta altura não estaria a rimar.

10-RTR: Quando percebeste realmente, que, a musica que fazias estava a ter repercussão, estava a ser ouvida por pessoas que não conhecias, qual foi o momento em que sentiste que Valete estava a ser ouvido?
Valete- Eu sempre entrei em mixtapes, então, dentro da comunidade Hip Hop já havia um feedback e as pessoas seguiam a cena, gostavam da cena, mas, quando saiu o Educação Visual, senti mesmo que estava a ser muito ouvido. Muita gente vinha falar comigo na rua, na altura também explodiu a Internet e eu via nos sites e fóruns o pessoal a falar muito de mim. Muitos manos diziam que começaram a vibrar com o rap de forma diferente depois do Educação Visual. Quando ouves uma coisa dessas ficas encantado e são estas merdas que motivam os músicos. Depois disso tinha que continuar.

11-RTR: Qual foi a primeira rádio em que te ouviste?
Valete- Foi na antena 3, com o José Marinho no Repto, numa mixtape do Bomberjack de 97.


12-RTR: Falando agora do teu novo álbum que já não se chamará 360º, mas, sim Homolibero, sentes que, sendo um álbum duplo, não se vai tornar demasiado pesado para ouvir tudo de seguida, por exemplo?
Valete- Eu não quero que as pessoas ouçam tudo de seguida, o que eu aconselho, é que, as pessoas, ouçam um CD num dia e o 2º CD, no dia seguinte, até porque vai ser um álbum denso…

13-RTR: … Tem mais ou menos quantas musicas?…
Valete- … Tem umas 20 musicas no total, divididas pelos 2 CD..s, mas a cena é que o Homo Libero é muito mais que música, o álbum tem um feeling muito áudio-visual.

Para continuar a ler clique aqui

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here