Início Entrevista Street Da Chagaz ” É mais fácil expandir sons da capital para...

Street Da Chagaz ” É mais fácil expandir sons da capital para cá, do que de cá para capital” [Entrevista]

0
1 – Quem é o Street da Chagaz ??

R: Street da Chagaz é um Jovem nascido aos 09/11/1990, crescido no centro da cidade do Lubango (Huila), bairro comercial mas precisamente na rua Pinheiro Chagas, amante da cultura hip hop, CEO da ASG e artista na produtora Phoenix Records. “Street Da Chagas”assim chamado pela facto de estar mais tempo na rua do que em casa, amigos e vizinhos o apelidaram de Ruela = Street, e o da Chagas por viver na Rua Pinheiro Chagas.

2 – Com tantos estilos musicais pelo mundo a fora por que escolheu o RAP ??

R: Eu escolhi o Ritmo Arte & Poesia por me dar a liberdade de falar sobre qualquer coisa que estiver a sentir por cima de um instrumental e acima de tudo por mudar a minha vida quando tudo parecia ir por água abaixo, o ritmo é contagiante, estilo único e o MC universal.

3 – Quem são as tuas maiores inspirações ou referências no RAP feito em português?? E com quais delas gostarias de dividir uma faixa ??

R: As minhas maiores inspirações no RAP são NGA/Dji Tafinha/2Caras/3H e o mágico ABDIEL.

Sempre olhei para eles como heróis primeiro por mostrarem que era possível vencer a fazer RAP e depois por mudarem os que os rodeiam … #MOTIVAÇÃONAMUDANÇA

Se pudesse dividia uma faixa com o Sr. Nga e o mestre 2Caras.

4 – O que te diferencia dos outros fazedores de RAP ??

R: Bem, eu tenho a mania de lutar pelo que acredito diariamente para ser o único no que faço (melhorar diariamente é necessário). De onde eu vim ou você usa a tua inteligência a favor ou os outros te usam a favor deles.

5 – Em que tipo de temática se sente mais confortável e por que??

R: Me sinto bem em todas mas a Intervenção social é a praia que nado melhor, apesar de que ultimamente tenho reparado que se apertar também no Rnb posso atingir outros ouvintes.

6 – Se tornou produtor por não ter beatz para cantar ou se tornou cantor para cantar nos seus beatz??

R: Hahahahaha, vou resumir a longa história…

Na época que comecei o produtor com quem trabalhava dava muitas voltas para produzir os meus sons, então decidi conhecer e trabalhar com a produção a tempo integral e por outra também tinha algumas ideias para instrumentais que não eram executadas como as tinha idealizado. Como dizem “se quiseres um trabalho bem feito vai tu fazer” .

7 – Produzes só para uso individual ou também fazes trabalhos para fora ?? Se sim para quem já produziu ??

R: Felizmente não, também produzo para outros artistas a destacar : Melvin, Atasha, Brizzo, Slash, Eme, Bimma,Father gangstar, GA, Skill, FlyOverGang(Suíça), Ti Feno & Seven.

8 – Sentes alguma limitação por não viveres em Luanda em termos de promoção??

R: Yah, sinto uma ligeira discriminação por parte de alguns membros de órgãos de difusão da capital por viver nas províncias.

É mais fácil expandir os sons da capital para cá do que de cá para capital.
9 – Então como explicas o facto de vários rappers  fazerem sucesso cá mesmo sem viverem em Angola ??

R: Contactos certos e internet, a referir que talento não é tudo, investimento monetário é necessário, muito necessário.

10 – O que é que podemos esperar do Street da Chagaz, da ASG e da Phoenix Records para o ano de 2018 ??

R: StreetAlbum (NOVEMBRO- Djoo Rain Vs S3T Da Chagas)

Projecto colaborativo c/ Kubanno Beatz

Street Da Chagas – 1 Dread Chamado Minguito

Mixtape da ASG(meu grupo) e projectos a solo dos membros do grupo Bimma, Izzo e DCoach

Phoenix Records – Maxi Single do Father Gangstar, Novas Mixtapes de GA e Skill

Comentários

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here