Início Destaques 7 Rappers Newcomers a Ter Em Conta Em 2016

7 Rappers Newcomers a Ter Em Conta Em 2016 [Por: Kratos & Nanizaiawo]

1

Nova Escola Angola 2016

Primeiramente, desejo um feliz ano novo para os leitores do Cenas Que Curto. Espero que o ano de 2016 seja melhor que o anterior, mesmo!

Em segundo lugar, já estou farto daquela conversa dos conservadores do rap de como o rap de hoje já não é o mesmo… Isto já devia ter acabado há muito tempo. Sigam em frente! Claro que já não é o mesmo, desenvolveu e ramificou-se tal como qualquer outro género musical. É normal não gostares de “duplo sentidos” por exemplo, mesmo os do Francis que eu considero dos melhores, mas se achas que devíamos cantar todos como há duas décadas, então estás a te enganar.

Em termos de projetos, 2015 não foi um grande ano, segundo a opinião pública. Saiu pouca coisa se comparado com 2014. Em contrapartida, foi um ano que revelou alguns “bons putos” cuja exposição não é tanta mas que merecem ser mais ouvidos e partilhados em 2016 se continuarem ou melhorarem não só o ritmo de trabalho, mas também o nível de escrita que apresentam.

Desenganem-se, aqueles que defendem que todos eles soam a mesma coisa, prestem mais atenção e saibam dar o devido reconhecimento há quem realmente o merece.

Matei alguns neurónios durante horas para encontrar estes novos rostos que achei que todo o mundo deve prestar atenção em 2016, espero que eles justifiquem isto nos próximos 12 meses.

07. Nilton CM

Nilton CM TRX Music

Membro da TRX Music, surpreendeu-me pela positiva. Tem uma linha mais interventiva sem deixar necessariamente de falar dos temas que caracterizam o seu grupo. Vale a pena prestar atenção.

Recomendações: Karma / Kumbu / Escolhas

06. Sentinela

Sentinela MC

Membro da PolterSonnik, Sentinela tem um Rap mais virado para a intervenção social. Bob da Rage Sense é a sua principal referência e eu acho que isso tem influenciado um pouco na sua identidade. Mas se gostas de Bob, com certeza vais gostar de ouvir Sentinela.

Recomendações: Sem Tempo De Dizer Adeus / Momento de Reflexão

05. Olibreezy

Olibreezy

Senhor performance. Sim, depois do que vimos no show da Nova Escola no Elinga, é talvez o rapper mais preocupado com a apresentação nesta classe, e com a MP3 na back, parece saber onde quer chegar e como fazer para lá chegar. Mas não é só isso, Olibreezzy também escreve bem, tem uma grande preocupação com a língua embora chegue a exagerar nalgumas situações. Mas ouçam-no e descubram o rapper em si…

Recomendações: Odisseia / Beleza Musical / Fome de Leão

04. Líryku Supremo

Lirico Supremo

Esta foi uma agradável surpresa, recomendado por alguns amigos, fui atrás deste jovem e fiquei agradado com o que ouvi. No dia 28 de Dezembro, disponibilizou para download a reedição da mixtape “Aperfeiçoando a Arte” gravada em 2013 e com 5 músicas recentes adicionadas, todos os instrumentais foram produzidos por ele mesmo. Apesar de “antigas”, as músicas podem ser ouvidas como se fossem recentes.

Recomendações: Experimenta Viver / Best Flow / Não Matem a Poesia

03. Killer MC

Killer Mc

Devidamente “escoltado” pelo Sombra, Killer veio da Samba com atitude e determinação. Com o E.P “Tropeçar, Cair e Levantar para o site Cenas Que Curto, conseguiu subir ao palco do Atlântico no grande show de Prodígio sem deixar os seus créditos em mãos alheias. Tem recebido elogios e o reconhecimento de todos que o ouvem…!

Recomendações: Tropeçar, Cair e Levantar / Mais Perto de Mim / Máscaras

02. Leonardo Freezy

leonardo freezy

Prestem atenção a este miúdo. Oriundo do Prenda, Freezy é um artista ousado e super flexível com uma enorme margem de progressão. Consegue sair da sua zona de conforto e experimentar novas águas. A sua evolução é notória a cada trabalho que lança e prevê-se atingir níveis mais elevados de performance nos próximos tempos.

Recomendações: My Melody / Desejos Por Escrito / Forças Pra Lutar

01. Phedilson

phedilson ananas

Esta foi sem sombras de dúvidas a maior surpresa que tive em 2015. Phedilson é um mc proveniente da província do Huambo e a residir entre Lobito e Luanda, impôs-se com uma escrita cuidada e diversificada. É daqueles MCs da nova vaga que sabe fazer bom uso de trocadilhos sem os banalizar e manter o flow atraente enquanto o faz. Tem uma habilidade na performance agradável de se ouvir.

Não tem músicas à solo recentes, seus últimos trabalhos foram duetos mas deu para perceber o seu poder lírico. 2016 promete ser um bom ano para este jovem.

Recomendações: Intro / 15 Gotas de Carinho / Ongeva

Texto Por: Kratos e Nanizaiawo Morgan

Então, conheces mais algum rapper da Nova Escola que devia estar nesta publicação?

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here