Início Download de Rap Luso Akwaaba Music Apresenta: EP “Mamã Africana”

Akwaaba Music Apresenta: EP “Mamã Africana” [Download Gratuito]

0

cover

Akwaaba está muito animado por colaborar com o DJ Mpula da Batida pela segunda vez, agora, para lançar este EP, em comemoração da fundação da União Africana, em 1963.

A ideia era celebrar o 25 de Maio, o Dia de África com um tributo musical a um dos (senão a) figura mais emblemática de África: a mulher, a mãe, com seu bebê (e outros) nas costas, transporte e venda de mercadorias, encontrando uma maneira de trazer comida para a mesa no final do dia.

Tudo começou com o "Rap-Semba", que Mpula da Batida produziu em Luanda em 2010, onde você pode ouvir o refrão: "lata d’água na cabeça … Lá vai Maria … Lá vai Maria …" amostra de um clássico angolano dos anos de 1960. Mpula, em seguida, desafiou alguns dos seus MCs favoritos, para construir um poema sobre esta figura que poderia ser: África, o continente Africano da mãe ou até mesmo suas próprias mães, em uma abordagem mais social ou emocional. A estrutura e os instrumentais são sempre os mesmos, mas eles trouxeram sua própria vida para cada versão.

Então, quem está lá?

1 – Karlon (aka K Kota)
Ele faz parte da história do movimento Hip-Hop em Portugal, abrangendo os 4 elementos, conhecido como o fundador do Nigga Poison, a mais respeitada banda Afro Rap em Portugal. Em sua versão, ele fala sobre a generosidade das mulheres em sua vida, a maioria imigrantes de Cabo Verde, tendo o cuidado das crianças, trabalhar e manter suas casas.

2 – Teixeira Izé
Izé
é conhecido principalmente por seus grupos Mc Malcriado e Neg Marrons. Ele acaba de lançar seu novo álbum solo chamado "Urb África", onde você encontra o seu estado dividido entre a música tradicional cabo-verdiana com as novas tendências urbanas. Em sua versão, ele fala sobre a "Mãe Crioula", que viaja em busca de uma vida melhor para sua família. Novamente, um pouco de uma história comum em Cabo Verde e no resto de África, com a sua própria.

3 – Ikonoklasta
O rapper mais ativista em Angola nos dias actuais. Ele começou como locutor de rádio em Luanda, está envolvido com o grupo Conjunto Ngonguenha. É um elemento nuclear da Fazuma e agora o mais regular Batida Mc. Em suas letras, ele fala sobre sua própria vida e do passado e presente de África.

imageDownload Link Original
Download Mediafire
 

OBS: Este texto foi traduzido do texto original retirado do site Akwaaba originalmente postado em inglês. Por isso, qualquer erro na tradução, por favor, não deixem de relata-lo.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here